Mudou!

O Redação do Esporte mudou de hospedagem! Acesse nosso conteúdo atualizado em: www.redacaoesporte.com.br

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Gringolaço > A vaca foi pro brejo mais uma vez

Kroos abriu o placar em Londres (Foto: Reuters)
Eliminado pelo Bayern de Munique nas oitavas de final da Uefa Champions League 2012-13, o Arsenal sinalizou que poderia fazer algo diferente diante de seu algoz na mesma fase desta edição do torneio. Mas, não foi bem assim, os Gunners sucumbiram aos atuais campeões e perderam por 2 a 0.

Os visitantes tiveram a primeira boa chance aos dois minutos, quando Kroos chutou bem de fora da área, e Szczesny fez ótima defesa de mão trocada, impedindo que a bola entrasse no ângulo.

Aos seis, o Arsenal teria ótima chance, quando Ozil, em posição duvidosa, foi lançado em velocidade, invadiu a área e foi derrubado por Boateng. Pênalti marcado. O próprio Ozil foi para a cobrança, mas bateu mal e Neuer defendeu.

A partir dos 30 minutos, o Bayern passou a adotar seu jogo característico e trabalhava a bola no ataque. O Arsenal esperava a chance de contragolpe, mas apresentava brechas na defesa.

Aos 37, Kroos fez passe no alto, Robben recebeu nas costas da zaga e foi derrubado por Szczesny, que recebeu o cartão vermelho direito por se tratar de uma situação clara de gol. Assim, o goleiro reserva Fabianski entrou no lugar de Cazorla. Alaba foi para a cobrança e mandou no pé da trave, para festa no Emirates Stadium.

Com um a mais, o domínio territorial dos alemães aumentou. Por outro lado, o Arsenal se defendeu bem e segurou o 0 a 0 até o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, Guardiola aproveitou a vantagem numérica e deixou o time mais ofensivo. O lateral-direito Rafinha entrou na vaga de Boateng - que tinha cartão amarelo -, e, assim, Lahm voltou a ser volante. Javi Martínez formou a zaga com Dante.

Aos nove minutos, Lahm ajeitou na intermediária para Kroos, que, com liberdade, finalizou no ângulo esquerdo de Fabianski, que não pôde evitar o gol.

O duelo continuaria até o fim sendo todo no campo de defesa do Arsenal. O Bayern não parou de trocar passes depois da linha central e criava boas chances de ampliar a vantagem, sobretudo com Robben.

O controle bávaro seguia, mas o gol parecia que não sairia mais, até que Lahm cruzou e Muller cabeceou para o fundo da rede aos 43 minutos, sacramentando o triunfo e deixando o Bayern muito perto de avançar na Champions League. Pelo jeito, a vaquinha dos Gunners vai mais uma vez para o brejo...

Milan 0 x 1 Atlético de Madri – Ainda temos um confronto


Diego Costa decidiu em Milão (Foto: Site Oficial Atlético de Madri)
A ‘Tradição’ contra o ‘Momento’. Assim foi batizado o duelo entre Milan x Atlético de Madri, que teve a estreia de Seedorf como técnico rossonero em Champions League, um time italiano dominando às ações e os espanhóis provando, porque é o intruso na festa Real-Barça no Campeonato Espanhol.

Mesmo retalhado com Muntari e Montolivo suspensos; Birsa, Robinho, Cristante e El Sharaawy, machucados; e Honda fora, inscrito pelo CSKA, o Milan começou a partida mais perigoso e criou a primeira boa chance aos 10 minutos, com Balotelli. Aos 14, a equipe italiana voltou a criar ótima oportunidade, desta vez com Kaká, que disparou uma bomba no travessão.

O Milan não parava de criar oportunidades e, aos 17, foi a fez de Poli tentar. O goleiro Courtois fez uma defesa espetacular, após cabeçada do meio-campista italiano. Aos 29, Kaká teve mais uma chance, mas o chute - após belo passe de Balotelli - passou raspando o travessão. Aos 42, Balotelli arriscou chute de fora da área e quase marcou um belo gol. A bola saiu à esquerda de Courtois.

Na segunda etapa, os colchoneros equilibraram às ações e quando tudo se definia para um 0 a 0, aos 39 minutos, aproveitou-se de uma bola mal afastada pela defesa, após uma cobrança de escanteio, e cabeceou com força, sem chances para Abbiati. Gol, este que pode ser mais um para a coleção de decepções do Milan da temporada, mas o confronto ainda está em aberto.

O curioso é que, desde que a Champions League passou a ter fase oitavas de final, na temporada 2004/05, jamais havia acontecido de quatro jogos da mesma rodada terem vitória de visitantes. Aconteceu nestas terça e quarta-feira, com Barcelona, Paris Saint-Germain, Atlético de Madrid e Bayern de Munique.

LEIA TAMBÉM: Barcelona e PSG saem na frente nas oitavas


______________________________________

* A coluna Gringolaço analisa os principais torneios e acontecimentos do futebol europeu.


por Antonio Lemos
|
www.paponaarquibancada.blogspot.com .br

Nenhum comentário:

Postar um comentário