Mudou!

O Redação do Esporte mudou de hospedagem! Acesse nosso conteúdo atualizado em: www.redacaoesporte.com.br

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Campeonato Italiano > 14ª rodada

Resultados
27/11 Sampdoria 1 - 1 Milan
27/11 Juventus 1 - 1 Fiorentina
28/11 Inter de Milão 5 - 2 Parma
28/11 Lazio 1 - 1 Catania
28/11 Bologna x Chievo
28/11 Cagliari 3 - 2 Lecce
28/11 Bari 1 - 1 Cesena
28/11 Udinese 3 - 1 Napoli
28/11 Brescia 0 - 0 Genoa
28/11 Palermo 3 - 1 Roma

Classificação
Times P J V E D GP GC SG
1 Milan 30 14 9 3 2 23 12 11
2 Lazio 27 14 8 3 3 17 11 6
3 Juventus 24 14 6 6 2 26 14 12
4 Napoli 24 14 7 3 4 23 17 6
5 Inter de Milão 23 14 6 5 3 19 11 8
6 Palermo 23 14 7 2 5 25 19 6
7 Roma 22 14 6 4 4 18 18 0
8 Sampdoria 20 14 4 8 2 15 12 3
9 Udinese 20 14 6 2 6 16 15 1
10 Chievo 19 13 5 4 4 13 11 2
11 Catania 18 14 4 6 4 12 12 0
12 Genoa 18 14 5 3 6 10 13 -3
13 Cagliari 17 14 4 5 5 16 14 2
14 Fiorentina 16 14 4 4 6 14 15 -1
15 Parma 15 14 3 6 5 11 16 -5
16 Bologna 14 13 3 5 5 12 19 -7
17 Brescia 12 14 3 3 8 11 17 -6
18 Cesena 12 14 3 3 8 10 18 -8
19 Lecce 12 14 3 3 8 12 28 -16
20 Bari 10 14 2 4 8 10 21 -11

Legendas:
- Zona de classificação para a Uefa Champions League 2011/2012
- Zona de classificação para a Europa League 2011/2012
- Zona de rebaixamento para a segunda divisão

Artilharia
9 gols
Cavani (Napoli)
Eto´o (Inter)

8 gols
Di Natale (Udinese)
Matri (Cagliari)

7 gols
Di Vaio (Bologna)
Pastore (Palermo)
Ibrahimovic (Milan)

Próximos jogos
03/12 17h45 Lazio x Inter de Milão
04/12 15h00 Chievo x Roma
04/12 17h45 Milan x Brescia
05/12 12h00 Fiorentina x Cagliari
05/12 12h00 Lecce x Genoa
05/12 12h00 Parma x Udinese
05/12 12h00 Cesena x Bologna
05/12 12h00 Sampdoria x Bari
05/12 17h45 Catania x Juventus
06/12 17h45 Napoli x Palermo


Direto da Redação











Redator: Ricardo Pilat
ricardo.pilat@yahoo.com.br

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Campeonato Brasileiro > 37ª rodada

Resultados
Corinthians 2 x 0 Vasco
Palmeiras 1 x 2 Fluminense
Flamengo 1 x 2 Cruzeiro
Botafogo 3 x 1 G. Prudente
Guarani 0 x 3 Grêmio
Atlético-MG 3 x 1 Goiás
Internacional 1 x 1 Vitória
Atlético-GO 1 x 1 São Paulo
Ceará 1 x 1 Atlético-PR
Avaí 3 x 2 Santos

Classificação
Times
PG J V E D GP GC SG
1 Fluminense
68 37 19 11 7 61 36 25
2 Corinthians 67 37 19 10 8 64 40 24
3 Cruzeiro 66 37 19 9 9 51 37 14
4 Grêmio 60 37 16 12 9 65 43 22
5 Botafogo 59 37 14 17 6 54 39 15
6 Atlético-PR 57 37 16 9 12 42 45 -3
7 Santos 55 37 15 10 12 63 50 13
8 Internacional 55 37 15 10 12 45 41 4
9 São Paulo 52 37 14 10 13 50 54 -4
10 Palmeiras 50 37 12 14 11 41 41 0
11 Ceará 47 37 10 17 10 35 42 -7
12 Vasco 46 37 10 16 11 41 45 -4
13 Atlético-MG 45 37 13 6 18 52 60 -8
14 Avaí 43 37 11 10 16 49 57 -8
15 Flamengo 43 37 9 16 12 41 44 -3
16 Atlético-GO 41 37 11 8 18 51 57 -6
17 Vitória 41 37 9 14 14 42 48 -6
18 Guarani 37 37 8 13 16 33 52 -19
19 Goiás 32 37 8 8 21 40 67 -27
20 Grêmio Prudente 28 37 7 10 20 39 61 -22

Legendas:
- Zona de classificação para a Libertadores
* Garantidos na Libertadores 2011
- Zona de classificação para a Copa Sul-Americana
- Zona de rebaixamento

Artilharia
22 gols
Jonas (Grêmio)

17 gols
Neymar (Santos)

14 gols
Bruno César (Corinthians)

13 gols
Elias (Atlético-GO)

Próximos jogos
Quinta-feira - 2 de dezembro
21h00 G. Prudente x Internacional

Domingo - 5 de dezembro
17h00 São Paulo x Atlético-MG
17h00 Santos x Flamengo
17h00 Vasco x Ceará
17h00 Fluminense x Guarani
17h00 Cruzeiro x Palmeiras
17h00 Grêmio x Botafogo
17h00 Goiás x Corinthians
17h00 Vitória x Atlético-GO
17h00 Atlético-PR x Avaí

O gol da rodada
Palmeiras 1 x 2 Fluminense - Dinei (Palmeiras)



Comentário da Redação
É preciso parar para pensar...

Fui a favor da mudança do Campeonato Brasileiro para o sistema de pontos corridos em 2002, como sempre foi nas ligas nacionais da Europa. Sigo achando o ideal, mas passo a repensar um pouco em mudanças após esse final de torneio, sobretudo nesta rodada.

Independente de ser corintiano ou não, isso de "entrega ou não entrega" nas duas últimas rodadas foi muito chato. Alguns podem dizer que foi uma vingança com o Corinthians, que perdeu para o Flamengo no ano passado e atrapalhou São Paulo e Palmeiras. Mas foi diferente.

A torcida corintiana lotou Campinas na ocasião, mas não para torcer pelos cariocas. A Fiel apoiou o tempo inteiro o seu time, inclusive vibrando em divididas. Totalmente diferente de são-paulinos e palmeirenses neste ano.

Ontem, lamentavelmente, tinha torcedores alviverdes ameaçando os jogadores para entregar o jogo, ou simplesmente não fazerem gol. Dinei foi criticado, Deola idem. É um absurdo. É totalmente legítimo torcer contra seu time para prejudicar rival, porém não desse modo. É óbvio que influencia muito na atitude e vontade dos jogadores em campo.

Isso torna o final de campeonato chato, e falo isso pensando não apenas nesse, mas também no futuro. Imagine se no ano que vem acontece a mesma coisa, só que numa intensidade maior? Vai virar uma bagunça.

É preciso parar para analisar. Sou contra colocar clássicos na reta final, como alguns sugerem. Talvez uma final entre o primeiro e o segundo caso terminem com 3 ou menos pontos de diferença, por exemplo... talvez seja o caso de valorizar os pontos agora, servindo como desempate para o ano que vem, para as equipes não desprezarem os jogos.

Enfim, não sei, mas acho que é preciso analisar esses acontecimentos, que mancham um campeonato. Tanto que comentam mais isso do que a campanha da equipe de Muricy Ramalho.

É sempre bom lembrar, no entanto, que o Fluminense será um campeão merecido caso confirme o título no domingo. O Corinthians deixou o título escapar não devido às derrotas dos rivais, e sim no empate diante do Vitória, onde perdeu a liderança porque não fez sua parte.

Direto da Redação












Redator:
Pedro Silas

pedro_sccp@yahoo.com.br

domingo, 28 de novembro de 2010

Campeonato Brasileiro > Flu bate o Palmeiras e fica perto do título

* Tricolor precisa de vitória diante do rebaixado Guarani para conquistar bicampeonato

Falta pouco para o Fluminense comemorar o bicampeonato brasileiro. Neste domingo, o Tricolor derrotou o Palmeiras por 2 a 1, na Arena Barueri, e precisa de uma vitória na última rodada diante do Guarani, no Engenhão, para garantir o caneco. Os cariocas somam 68 pontos, um a mais que o Corinthians, vice-líder. O Palmeiras tem 50 e é décimo colocado.

E não é que o Palmeiras, em uma crise gigante, saiu na frente? Dinei arriscou de longe e fez um golaço: 1 a 0, aos quatro minutos de jogo. Aos 18, Carlinhos fez jogada individual e empatou para o Flu.

E a chorada vitória carioca só foi definida aos 13 do segundo tempo. Após chute de Emerson, Deola rebateu e Tartá colocou no canto direito. E foi só, 2 a 1.

Ficha do jogo
PALMEIRAS 1 X 2 FLUMINENSE

Estádio: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data/hora: 28/11/2010 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Cesar Augusto de Oliveira Vaz (DF) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Renda/público: R$ 393.596,00/ 11.291 pagantes
Cartões amarelos: Pierre, Luan (PAL); Tartá (FLU)
GOLS: Dinei, 4'/1ºT (1-0); Carlinhos, 18'/1ºT (1-1); Tartá 13'/2ºT (1-2);

PALMEIRAS: Deola; Márcio Araújo, Maurício Ramos, Leandro Amaro e Gabriel Silva; Pierre, Marcos Assunção (Fernando, intervalo) e Tinga; Luan (Lenny, 10'/2ºT), Dinei (Vinícius, 31'/2ºT) e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Diguinho, Valencia, Deco (Tartá, 31'/1ºT) e Conca; Fred e Emerson (Rodriguinho, 36'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

Comentário da Redação
O quase campeão não merece questionamentos

Todo final de campeonato é a mesma coisa. As pessoas buscam algum modo de desmerecer os campeões. No Brasileirão 2010, todos vão falar da provável "entrega" de jogo de São Paulo e Palmeiras para o Fluminense, que pode ter prejudicado o Corinthians.

Uma grande bobagem!

Quem prejudicou o Timão foi ele próprio ao empatar com Ceará no Pacaembu, perder do Atlético-GO também em casa, e pela igualdade contra o Vitória na última rodada, quando era líder.

Não adianta cobrar de São Paulo e Palmeiras, que fizeram temporadas pífias e têm times fracos para bater de frente com o Fluminense.

Hoje, o Palmeiras bem que tentou jogar futebol, mas não tinha clima nenhum pra isso. O único que fez partida acima da média foi Deola. O resto jogou dentro da normalidade e o resultado foi ainda mais normal. E olha que o Flu jogou muito mal.

O time carioca tem apenas o Guarani pela frente e nada indica que o título brasileiro não irá às Laranjeiras. E não há como desmerecer essa conquista.

E muito menos usar esse papo de "entregas" para criticar o campeonato de pontos corridos. Será que não é melhor questionar essa cultura brasileira de querer levar vantagem em tudo?


Direto da Redação










Redator: Ricardo Pilat
ricardo.pilat@yahoo.com.br

Campeonato Brasileiro > Timão vence Vasco e carrega sonho para Goiânia

* Bruno César e Danilo marcam os gols da vitória

De olho no jogo do Fluminense com o Palmeiras, o Corinthians cumpriu o seu dever, mas não contou com a ajuda do rival. Com o Pacaembu cheio, o Timão bateu o Vasco por 2 a 0 e agora terá que torcer para acontecer o improvável na última rodada. Para conquistar o Penta, precisará vencer o Goiás fora de casa, e torcer para dar zebra no Engenhão, ou seja, pelo menos um empate do rebaixado Guarani diante do líder Tricolor.

A primeira comemoração no Pacaembu veio com o gol de Dinei sobre o Fluminense, anunciado pelo sistema de som do Pacaembu. E quando o time carioca já havia empatado em Barueri, Bruno César arriscou chute pela direita, a bola desviou no zagueiro Dedé e passou por entre as pernas de Fernando Prass: 1 a 0 Timão.

Na segunda etapa, Danilo escorou de cabeça cruzamento de Roberto Carlos e definiu a vitória corintiana. Porém, quase simultaneamente, Fluminense virou sobre o Palmeiras, derrubando o Timão da liderança.

Ficha do jogo
CORINTHIANS 2 X 0 VASCO

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 28/11/2010 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (RS-Fifa) e Marcelo Barison (RS)
Renda/público: R$ 1.190.821,50 / 33.487 pagantes
Cartões amarelos: Renato Augusto, Zé Roberto (VAS)
Cartões vermelhos: Zé Roberto (27'/2ºT)
Gols: Bruno César (39'/1ºT) e Danilo (12'/2ºT)

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Danilo e Bruno César (Defederico, 40'/2ºT); Jorge Henrique e Dentinho (Iarley, 30'/2ºT). Téc: Tite

VASCO DA GAMA: Fernando Prass; Fagner (Irrazával, 15'/2ºT), Dedé, Douglas e Ramon (Diogo, 29'/2ºT); Rômulo, Renato Augusto, Allan (Fumagalli, Intervalo) e Carlos Alberto; Zé Roberto e Eder Luis. Téc: PC Gusmão

Fonte: Globo.com
Foto: Globo.com


Comentário da Redação
Quase tudo como esperado

Como eu já imaginava, o Corinthians não teve problemas para vencer o Vasco. O time carioca até mostrou-se esforçado na minha visão, mas, sem objetivo, óbvio que não teria aquele algo mais, ou pelo menos a mesma raça dos donos da casa.

Sentindo a falta de um centroavante e sem criar tanto quanto eu esperava (por ter dois armadores e atacantes de movimentação, esperava mais oportunidades criadas e muitas perdidas, mas não foi assim), o Timão quebrou o gelo com o gol de Bruno César contando com falha de Fernando Prass.

Bem antes, quase no começo do jogo, veio a surpresa (pelo menos pra mim): Dinei marcou gol em cima do Fluminense, dando muita esperança à Fiel Torcida. No segundo tempo, Roberto Carlos, que fez partida muito boa, cruzou para Danilo definir o jogo no Pacaembu. O problema é que quase no mesmo minuto, o Flu virou sobre o Verdão.

A partir daí, tanto no campo quanto na arquibancada, a expectativa era por mais notícias sobre o duelo em Barueri. Todos os corintianos esperando por um mísero gol do rival. Não veio, e o Penta, assim como no começo da rodada, é improvável.

Como o futebol é muitas vezes bem surpreendente, não dá para garantir 100% que o título é dos cariocas, até por poder rolar o lance da mala branca, além do nervosismo e ansiedade dos líderes que podem atrapalhar um pouco. No entanto, como eu já disse na rodada anterior, seria incompetência demais do Flu... um vexame histórico perder um título em casa contra um adversário já rebaixado.

Mas independente de ser corintiano ou de o título ir ou não para o Parque São Jorge, após esse final polêmico e até sem grande emoção, passo a repensar um pouco se o sistema de pontos corridos é realmente o ideal. Com uma semifinal ou final, o campeão voltaria a ser decidido após duelo entre finalistas, sem depender de terceiros...

Mesmo assim, que fique claro: se o Corinthians não for mesmo campeão, será por incompetência dele próprio, até porque Fluminense e Cruzeiro foram ao Barradão em rodadas "menos decisivas" e venceram o Vitória.

Direto da Redação












Redator:
Pedro Silas

pedro_sccp@yahoo.com.br

Campeonato Brasileiro > Cruzeiro vence Fla e segue com chances de título

* Rubro-Negro sofre virada, mas resultados da rodada colaboram e risco de rebaixamento não existe mais

Na luta para manter as chances de chegar ao título do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro passou sufoco contra o Flamengo, mas conseguiu vencer de virada por 2 a 1, em Volta Redonda, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Diferente da Raposa, o time rubro-negro foi beneficiado pelos resultados da rodada e não tem mais como cair para a Série B.

Jogando ao lado da sua torcida, o Fla chegou ao gol logo aos nove minutos, quando Diego Mauricio recebeu belo lançamento de Diogo e teve calma para desclocar Fábio. Contudo, seis minutos depois, Roger cobrou falta com rara habilidade e empatou o placar: 1 a 1. Após o gol o Cruzeiro cresceu em campo e passou a jogar em cima do adversário.

Apesar de um equilíbrio maior na etapa final, gol da virada celeste saiu. Aos 23, Montillo apareceu quando a defesa do Fla estava desguarnecida e fez um cruzamento milimétrico na cabeça de Thiago Ribeiro para marcar e dar esperanças de título à torcida cruzeirense.

Bota bate o Prudente e segue na luta pelo G-4

Vindo de derrota em casa para os reservas do Internacional, o Botafogo não deu muitas oportunidades para o lanterna Grêmio Prudente, neste domingo, e derrotou o clube paulista por 3 a 1, com gols de Antônio Carlos, Edno e Marcelo Cordeiro. Willian José descontou.

Com 59 pontos, o Alvinegro vai para a última rodada do Brasileiro precisando vencer o Grêmio fora de casa. para terminar em quarto.

Grêmio vence e rebaixa o Guarani

O Grêmio não fez esforço para vencer por 3 a 0 um esforçado Guarani na tarde deste domingo, no Brinco de Ouro, e agora só depende de um empate diante do Botafogo na última rodada, no Olímpico, para garantir vaga no G-4 e passar a torcer para o Goiás ser derrotado pelo Independiente na final da Copa Sul-Americana. O resultado também confirma o rebaixamento do Bugre.

André Lima abriu o placar aos 23 do primeiro tempo de cabeça. Faltando 15 minutos para o fim, o Tricolor confirmou a vitória. Primeiro, o artilheiro Jonas fez de pênalti, aos 33, e Diego encobriu o goleiro Emerson para fechar o placar, cinco minutos depois.

Ceará tira Furacão da Libertadores

O Atlético-PR bem que tentou e, apesar de jogar praticamente todo o segundo tempo com um homem a mais, não conseguiu derrotar o Ceará, neste domingo, no Castelão, em Fortaleza. Com o empate por 1 a 1, o Furacão sai da penúltima rodada do Brasileirão já sem chances de se classificar para a Libertadores de 2011.

O Ceará, por sua vez, assegurou com o resultado sua vaga na próxima Copa Sul-Americana. Rafael Santos abriu o placar para os visitantes na partida, com Magno Alves igualando para os anfitriões.

Direto da Redação












Redator:
Pedro Silas

pedro_sccp@yahoo.com.br

Campeonato Brasileiro > Galo bate Goiás e está salvo

* Time mineiro teve dificuldades, mas está salvo

Enfim, o torcedor do Galo pode respirar aliviado. O Atlético-MG derrotou o Goiás neste domingo por 3 a 1, na Arena do Jacaré, e está livre do rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. O time mineiro chegou aos 45 pontos, quatro à frente do Vitória, time que abre a zona de rebaixamento. Os goianos já estão rebaixados.

O Atlético saiu na frente com Diego Souza, aos 15 minutos do primeiro tempo. Everton Santos, aos 38, empatou para o Goiás. Ainda nos acréscimos da primeira etapa, Renan Oliveira recolocou o Galo em vantagem.

Para fechar o placar e dar tranquilidade ao torcedor do Atlético, Diego Tardelli ficou cara a cara com Harlei e não desperdiçou: 3 a 1.

Avaí também se salva

Na Ressacada, a torcida do Avaí sofreu, mas viu o time virar de forma heroica diante do Santos, 3 a 2, e garantir a permanência na Série A por mais uma temporada. Com 43 pontos, o time catarinense se beneficiou da última rodada, onde Vitória e Atlético-GO, ambos com 41 pontos, brigam por uma vaga na primeira divisão. O Santos apenas cumpre tabela no campeonato, com 55 pontos.

O Santos abriu 2 a 0 no placar, gols de Keirrison e Neymar, no primeiro tempo. Antes do intervalo, Caio marcou duas vezes e empatou o jogo. O próprio Caio, aos 36 minutos do segundo tempo, fez o gol da vitória do Avaí: 3 a 2.

Vitória e Atlético-GO decidem rebaixamento

Após a 37ª rodada, a tabela do campeonato preparou uma coindência para Atlético-GO e Vitória. As duas equipes se enfrentam na próxima semana e quem vencer coloca o outro na Série B em 2011. Em caso de empate, a vantagem é do Atlético.

Neste domingo, os goianos empataram em 1 a 1, em Goiânia, gols de Rogério Ceni e Elias. O mesmo placar em Porto Alegre, enre Inter e Vitória, complicou a vida dos baianos. Rafael Sóbis e Adaílton marcaram os gols do jogo.


Direto da Redação










Redator: Ricardo Pilat
ricardo.pilat@yahoo.com.br

Série B > Última rodada

Resultados
Sexta-feira - 26/11
Santo André 1 x 0 Náutico
D. de Caxias 1 x 1 ASA

Sábado - 27/11
Ponte Preta 0 x 0 América-MG
Vila Nova-GO 2 x 1 São Caetano
Figueirense 4 x 2 Paraná
Bragantino 2 x 0 Bahia
Sport 1 x 2 Portuguesa
Coritiba 2 x 3 Guaratinguetá
Ipatinga 2 x 2 Icasa
América-RN 1 x 2 Brasiliense

Classificação final
Times
PG J V E D GP GC SG
1 Coritiba 71 38 21 8 9 69 49 20
2 Figueirense 67 38 19 10 9 68 37 31
3 Bahia 65 38 19 8 11 63 44 19
4 América-MG 63 38 19 6 13 56 42 14
5 Portuguesa 62 38 19 5 14 68 53 15
6 Sport 56 38 15 11 12 55 41 14
7 Paraná 53 38 15 8 15 47 44 3
8 Bragantino 53 38 13 14 11 52 37 15
9 ASA 52 38 16 4 18 53 56 -3
10 São Caetano 52 38 14 10 14 50 52 -2
11 D. de Caxias 50 38 15 5 18 46 55 -9
12 Icasa 49 38 13 10 15 51 52 -1
13 Náutico 48 38 14 6 18 41 60 -19
14 Ponte Preta 48 38 12 12 14 48 48 0
15 Guaratinguetá 47 38 11 14 13 48 58 -10
16 Vila Nova-GO 46 38 13 7 18 50 68 -18
17 Brasiliense 46 38 12 10 16 41 59 -18
18 Santo André 43 38 11 10 17 53 61 -8
19 Ipatinga 41 38 11 8 19 47 62 -15
20 América-RN 41 38 11 8 19 40 68 -28

Legenda:
- Promovidos para Série A
- Rebaixados para a Série C

Artilharia
21 gols
Alessandro (Ipatinga)

19 gols
Fábio Júnior (América-MG)

16 gols
Ciro (Sport)

Comentário da Redação
O presente veio mais cedo...

Dez anos depois, o América-MG está de volta à elite do futebol brasileiro. O acesso foi conquistado com um suado empate diante da Ponte Preta, em Campinas. Resultado, aliás, pouco comum da equipe na competição, pois apenas três equipes (Portuguesa, concorrente direta, é uma delas) empataram menos que os mineiros.

Quando começou o campeonato, provavelmente nem o torcedor americano mais otimista imaginaria que o seu time conseguiria o sonhado retorno à primeira divisão. Vindo da série C, uma permanência na segundona sem sustos certamente seria comemorado.

O projeto da diretoria era retornar à elite nacional em 2012, ano do centenário do clube. O presente para os fãs da tradicional equipe de Minas Gerais, no entanto, veio mais cedo. Agora, é fazer um bom planejamento para 2011 e evitar um "bate-volta"...

Mais do que isso, uma meta de disputar a Copa Sul-Americana no ano em que completa 100 anos já seria uma coisa bem interessante e palpável para o América.

Direto da Redação












Redator:
Pedro Silas

pedro_sccp@yahoo.com.br

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Copa Sul-Americana > A festa foi verde para o Goiás

* Time goiano surpreende o Palmeiras no Pacaembu e vai à final da Sul-Americana

Mais uma vez o futebol apronta uma surpresa. Nesta quarta-feira, o Palmeiras recebeu o Goiás no Pacaembu diante de 35 mil torcedores, no jogo de volta da semifinal da Copa Sul-Americana. O Alviverde paulista bateu o time goiano no jogo de ida por 1 a 0 e precisava apenas de um empate para ir à decisão. Porém, foi derrotado por 2 a 1, e está fora do continental.

O Goiás, rebaixado para a Série B do Brasileiro, pode agora conquistar uma vaga na próxima Copa Libertadores. Para isso, precisa conquistar o título contra Independiente ou LDU, que se enfrentam hoje. No jogo de ida, o time equatorianos venceu em casa

O Palmeiras saiu na frente com Luan, aos 33 minutos do primeiro tempo. Porém, nos acréscimos da etapa inicial, após cobrança de falta de Marcelo Oliveira que carimbou a trave, Rafael Moura levantou na área e Carlos Alberto desviou para o gol. A bola ainda desviou em Tinga.

No segundo tempo, o Palmeiras sentiu a pressão do jogo e acabou castigado aos 37 minutos. Marcão cruzou da esquerda, Rafael Moura ajeitou de cabeça, e Ernando completou para o gol vazio. O Pacaembu se calou.

Ficha do jogo
PALMEIRAS
1 X 2 GOIÁS


Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 23/11/2010 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes
Auxiliares: Altemir Hausmann e Alessandro Rocha
Renda/público: R$ 711.429,00 - 34.926 pessoas
Cartões amarelos: Douglas, Marcão e Carlos Alberto (GOI)
GOLS: Luan 33'/1ºT; Carlos Alberto 47'/1ºT; Ernando 38'/2ºT

PALMEIRAS: Deola, Márcio Araújo, Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva; Edinho, Marcos Assunção, Tinga (Ewerthon - 40'/2°T) e Lincoln (Dinei - 32'/2°T); Luan e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOIÁS: Harlei; Ernando, Rafael Tolói e Marcão; Douglas (Felipe - Intervalo), Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa e Wellington Saci; Rafael Moura e Otacílio Neto (Jonílson - 38'/2ºT). Técnico: Artur Neto.

Comentário da Redação
A triste sina palmeirense

Fica difícil elencar o número de vezes na história recente em que o Palmeiras caiu em mata-matas diante de equipes pequenas. Tudo começou em 1978, quando o Guarani bateu o Verdão no Campeonato Brasileiro e conquistou a chancela que carrega até hoje, de único campeão do interior.

Depois vieram alguns outros ainda mais surpreendentes, como Inter de Limeira em 1986, Ceará em 1994, ASA de Arapiraca em 2002, Santo André em 2004... esse ano mesmo, eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético-GO.

Ontem, novamente decidindo em casa e com tudo a favor, o Palmeiras cometeu uma de suas maiores façanhas ao ser derrotado pelo Goiás. Não que o time Esmeraldino seja menor do que esses outros algozes palmeirenses, mas a situação dos goianos é catastrófica. O time entrou em campo apenas 3 dias depois de ter sido rebaixado com uma goleada do Santos.

E olha que o jogo estava mais fácil do que eu imaginava, até que o Goiás achou o empate nos acréscimos do primeiro tempo. Na volta do intervalo, o que se viu foi um Palmeiras nervoso, com um peso enorme sobre as costas, de uma responsabilidade que ele mesmo criou, ao valorizar em demasia o torneio sul-americano.

O Goiás já era melhor quando marcou pela segunda vez e decretou mais um vexame histórico para o torcedor palmeirense. E com justiça, o time goiano pode vencer a Sul-Americana, onde faz campanha exatamente oposta à do Brasileirão.

E o Palmeiras precisa mais uma vez repensar seus processos. O ano de 2010 é um dos mais pífios da história do clube. Três treinadores passaram pelo clube, muitos jogadores de baixo nível fizeram parte do elenco. Mais pelo acaso do que por qualquer outra coisa, o time estava perto de salvar o ano. Não está mais.

Se Felipão ficar para 2011 terá muito mais trabalho do que teve até aqui.

Direto da Redação










Redator: Ricardo Pilat
ricardo.pilat@yahoo.com.br

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Uefa Champions League > Gingrolaço

Sem brilho, Inter avança

Sem os brasileiros Julio Cesar, Maicon e Philippe Coutinho, além de Diego Milito, machucados, a Internazionale mais uma vez não teve uma atuação de atual campeã europeia diante do Twente em casa, no entanto, garantiu a classificação às oitavas de final da Champions League com uma vitória simples por 1 a 0, gol do volante Cambiasso. O resultado foi um alívio para o técnico Rafael Benítez, que mesmo cheio de desfalques, poderia perder o emprego precocemente em caso de derrota.

Na mesma chave da equipe italiana, o Tottenham bateu o Werder Bremen por 3 a 0, na Inglaterra, e também conseguiu vaga antecipada na próxima fase. Para completar a festa do time londrino, só falta terminar na primeira colocação, onde se encontra no momento.

Para isso, basta uma simples vitória sobre o Twente na última rodada, na Holanda. Enquanto isso, os interistas têm o Werder Bremen pela frente, também fora de casa. Meu palpite é de Spurs como "campeões" da chave.

Sem surpresas, grupo B já tem seus classificados

O grupo B também já tem seus classificados com uma rodada de antecipação. E deu a lógica. Manchester United e Valência deixaram para trás Rangers e Bursaspor e seguem no torneio. Os Reds Devils confirmaram um lugar na fase seguinte com vitória magra sobre os escoceses, 1 a 0. Já a equipe espanhola humilhou o Bursaspor: 6 a 1.

A liderança será definida no estádio Old Trafford, em confronto direto entre os dois primeiros colocados. O United, com 10 pontos, tem a vantagem de empatar em casa para não deixar o Valência, que tem 7, ultrapassa-lo (pelo saldo de gols).

Envolvente, Barça garante 1º lugar

Depois de golear o Almería por 8 a 1 pelo Campeonato Espanhol, o Barcelona deu mais um show, agora pelo torneio continental. Com trocas de passes de dar inveja a qualquer time, os Catalães fizeram 3 a 0 no Panathinaikos, fora de casa, e garantiram a primeira colocação do grupo D.

O segundo da chave é o Copenhagen (seis pontos), que mesmo derrotado pelo Rubin Kazan na rodada, tem tudo para garantir um lugarzinho nas oitavas de final. Basta vencer os gregos, já eliminados, jogando em casa. Já o Kazan, com um ponto a menos, tem a dura tarefa de enfrentar o Barça no Camp Nou.

Benfica é eliminado; Schalke e Lyon avançam

Em um dos grupos mais equilibrados, o atual campeão português, Benfica foi eliminado após tomar 3 a 0 do Hapoel, outro que não tem mais chances de passar. Schalke 04 e Lyon são os classificados. No confronto direto entre as equipes nesta quarta-feira, os alemães levaram a melhor: 3 a 0.

Mesmo com a vitória, a equipe do espanhol Raul ainda pode perder a primeira colocação na última rodada.

=========================

* A coluna Gringolaço analisa os principais torneios e acontecimentos do futebol europeu.


Direto da Redação












Colunista:
Pedro Silas

pedro_sccp@yahoo.com.br